Conheça as mulheres com as menores cinturas do planeta

05/11/2013 15:10
Essas mulheres fazem de tudo para parecerem ampulhetas ambulantes, mantendo a cintura extremamente fina. Saca só como elas ficaram! Algumas têm apenas 40 cm, mas mesmo assim levam a vida com um belo jogo de cadeiras.


 

Dita Von Teese é a diva do Burlesque. Na casa dos 40 anos, ela afirma que está em melhor forma agora, do que aos 20 quando virou um sucesso mundial
Foto: Reprodução/Oddee
 
Ela tem uma das menores cinturas já vistas na telona, com 56 cm. Mas, com ajuda do espartilho, ela chega a ter apenas 40 cm!
Foto: Reprodução/Oddee
 
A britânica Nerina Orton, 23 anos, tem 40 cm de cintura e quer um número menor ainda!
Foto: Reprodução/MailOnline
 
Nerina, que é dançarina burlesca, usa corsets até para dormir! Ela pretende bater o recorde mundial, que pertence a Cathie Jung
Foto: Reprodução/MailOnline
 
Cathie Jung, 38 anos, conseguiu do Guinness — Livro dos Recordes o título de menor cintura do mundo!
 
Foto: Reprodução/Guinness Book
 
Sem corset, ela tem 53 cm de cintura. Porém, seu recorde com espartilho é de apenas 38 cm de cintura
 
Foto: Divulgação/Cathie Jung
 
Para conseguir diminuir as curvas, Michele Kobke, 24 anos, fez uma pequena loucura
 
Foto: Reprodução/Oddee
 
Ela tinha 64 cm e usou corset por três anos para conseguir diminuir o número para 40 cm!
 
Foto: Reprodução/OddityCentral
 
A modelo romena Ioana Spangenberg, 31 anos, diz que sua cintura sempre foi pequena e que, quando era criança, tinha apenas 38 cm
 
Foto: Reprodução/STFTA
 
Hoje, ela emplaca a marca de 50 cm!
 
Foto: Reprodução/Oddee
 
A modelo Ann Ward, 20 anos, tem uma cintura minúscula de 39 cm!
 
Foto: Reprodução/Oddee
 
 

Para você ter noção, ela cabe dentro das mãos de um homem.
 
Foto: Reprodução/Oddee
 
 

A musa de Esquisitices, Valeria Lukyanova, também entrou para a lista de menores cinturas do mundo!
 
Foto: Divulgação/VK Valeria Lukyanova
 
A Barbie humana diz que tem apenas 50 cm!
 
Foto: Divulgação/VK Valeria Lukyanova
2leep.com
comments powered by Disqus