Policia fecha Armazém de farinha pensando que era droga

 farinha Policia fecha Armazém de farinha pensando que era droga

Na madrugada desta sexta-feira (22) uma pessoa, ainda não identificada, ligou para a polícia e passou o endereço de um armazém, afirmando que no local teria cerca de 40 toneladas de cocaína. A Polícia Militar de São Paulo, com ajuda da Rota, montaram uma megaoperação e foram até o local apontado pela fonte anônima.

Ao chegarem ao local, cerca de 200 policiais apontaram armas e metralhadoras para o único vigia que estava na frente do armazém, que assustado levantou os braços e foi algemado. Em seguida os policiais arrombaram o prédio e comemoraram: “Realmente é cocaína demais, vamos virar heróis na imprensa”.

Os sacos de farinha – que os policiais pensavam que era cocaína – foram levados para a Delegacia de Polícia dentro de dez caminhões. O dono do armazém foi localizado na mesma madrugada, dormindo em sua residência. Ele recebeu voz de prisão e foi levado para ser exibido à imprensa como o maior traficante do Estado de São Paulo.

Os sacos de farinha também foram espalhados pelo pátio da delegacia para os repórteres fotografarem. Os policiais que comandaram a ação, de peitos estufados, orgulhosos pelo dever cumprido, estavam se penteando para dar entrevista aos jornalistas, quando foram surpreendidos com a informação de que o conteúdo dos sacos era simplesmente farinha.

2leep.com
comments powered by Disqus